Bound Sketches

HÉLIO PEIXOTO

É sempre bom desenhar, retratar o que vemos, mas é ainda melhor quando traduzimos os nossos sentimentos nesse desenho. Este tem muito sig...

É sempre bom desenhar, retratar o que vemos, mas é ainda melhor quando traduzimos os nossos sentimentos nesse desenho.
Este tem muito significado para mim, retrata o Largo da Oliveira em Guimarães, um dos sítios preferidos da minha pessoa preferida.

Boa noite pessoal!! Aqui vai um post para atualizar o blog. Em seguimento do meu projeto para uma casa de um criador de animais doméstico...

Boa noite pessoal!! Aqui vai um post para atualizar o blog. Em seguimento do meu projeto para uma casa de um criador de animais domésticos, criei um painel de apresentação do mesmo. 
Espero que gostem!

Se há fruto que eu gosto de desenhar, são maçãs! É extremamente interessante poder estudar e traduzir para o papel todas as misturas de cor...

Se há fruto que eu gosto de desenhar, são maçãs! É extremamente interessante poder estudar e traduzir para o papel todas as misturas de cores que conseguimos identificar quando as observámos. 
Nestes dois desenhos usei unicamente lápis de cor, começando por um esboço com a cor amarela, e seguidamente o desenho vai ganhando forma com os tons mais fortes, o laranja, o vermelho e também um verde. Os apontamentos a preto servem para realçar a volumetria.

Boas artistas!! Como prometido aqui está mais um post, um desenho que podemos chamar mais ou menos de um detalhe, feito com caneta Bic ...


Boas artistas!! Como prometido aqui está mais um post, um desenho que podemos chamar mais ou menos de um detalhe, feito com caneta Bic preta, com o intuito de usar tramas para representar sombras e superfícies, algures por Guimarães.
Queria também agradecer a todos que seguem o blog e acompanham as novidades!
Bons desenhos!!

É um grande gosto que agora me dá ver este desenho, um desenho no meio de tantos outros que me trazem memórias, memórias de frio principalm...

É um grande gosto que agora me dá ver este desenho, um desenho no meio de tantos outros que me trazem memórias, memórias de frio principalmente... normalmente era de manhã, pleno inverno, que ingressava aos locais propostos para desenvolver a técnica da mancha a grafite, e o pior era ter cerca trinta minutos para fazer o desenho... este em baixo foi feito na Pousada de Santa Marinha da Costa, em Guimarães.
Memórias que ficarão para sempre e que felizmente correu tudo bem...